Mosteiro da Transfiguração

Em Vossa Luz contemplamos a Luz!

foto
 

 

 

Quinta-feira, 06 de abril. Limpeza geral da igreja- Esta limpeza é realizada anualmente em preparação para a Semana Santa.

 

 

Sexta-feira, 07 de abril. Oração com o ícone da Ressurreição– Contemplamos o ícone da Anastasis (Ressurreição), do século XIII. Nele, Cristo encontra-se em sua gloriosa mandorla, rodeada por estrelas, de pé sobre os portões quebrados do inferno e sobre os símbolos dispersos da escravidão do pecado, levando tanto Adão quanto Eva pela mão, apanhando-os para fora de seus túmulos.

 

 

 

Domingo da Celebração de Ramos e Paixão do Senhor, 09 de abril- Iniciamos a Semana Santa celebrando a entrada de Nosso Senhor Jesus Cristo em Jerusalém. Por conta da chuva, neste ano Liturgia teve início na sala São Bento e seguiu em procissão até a igreja. Lá deu-se o rito de abertura das portas. O celebrante, batendo com a cruz nas portas, entoou o versículo: “Abri-vos antigas portas, a fim de que o rei da glória possa entrar“. Após as portas terem sido abertas, todos os presentes, agitando seus ramos como os hebreus ao receber Jesus em Jerusalém, entraram cantando “Glória, honra e louvor a Vós, ó Cristo, Rei e Redentor; em seguida, ocorreu a liturgia da palavra onde foi feita a narração da Paixão do Senhor segundo São Mateus.

Quinta-feira Santa, 13 de abril:

Ceia Pascal-No décimo dia deste mês, cada um tome um cordeiro por família, um cordeiro para cada casa. Comereis a carne nessa mesma noite, assada ao fogo, com pães ázimos e ervas amargas.  Assim devereis comê-lo: com os rins cingidos, sandálias nos pés e cajado na mão. E comereis às pressas, pois é a Páscoa, isto é, a ‘Passagem’ do Senhor!“(Ex 12, 3-4. 8-11) Tradicionalmente, para o jantar da Quinta-feira Santa nos mosteiros, o Superior assume a função de servidor a mesa, a fim de lembrar-nos que o Cristo “veio para servir e não ser servido”.

Missa Ceia do Senhor- Após a Celebração Eucarística e transladação do Santíssimo Sacramento, ficamos em vigília no Repousório, capela provisória montada para se guardar o SS. até a comunhão da Sexta-feira Santa. Enquanto isso alguns irmãos ajudaram a desnudar o altar e retirar as demais decorações e alfaias da igreja. Feito um momento de oração pessoal, rezamos o Ofício de Completas.

Sexta-feira Santa, 14 de abril. –Neste dia toda a Igreja se une em penitência, abstinência e jejum para tomar parte nos sofrimentos de Nosso Senhor Jesus. Iniciamos a ação litúrgica deste dia com a Via-Sacra e logo em seguida a Celebração da Paixão do Senhor.

Domingo da Páscoa na ressurreição do Senhor, 15/16 de abril. Vigília Pascal- Nela a Igreja mantém-se à espera da Ressurreição de Cristo, tendo nas mãos lâmpadas acesas, para que ao voltar ele nos encontre vigilantes e nos faça sentar à sua mesa. Este ano, recebeu os Sacramentos da iniciação cristã em nossa celebração o neófito Oscar Mundstok, natural de Santa Rosa- RS, foram seus padrinhos Ana Natalina Guerin Seibert e Felipe Daniel Krebs. Nesta Missa tocaram no ofertório o organista Sandro e a violinista Camille Foletto.

   
   
   
   
   

Segunda-feira, 17 de abril. Retiro de Ordenação diaconal de D. João Batista- Dom João Batista iniciou seu retiro de 07 dias no Mosteiro trapista Nossa Senhora do Novo Mundo em Campo do Tenente-PR, em preparação para sua Ordenação Diaconal.

Quarta-feira, 19 de abril. Início da limpeza da torre dos sinos-

U.I.O.G.D.